Banner Lai

Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis


Corpo de Bombeiros credencia profissionais que atuam com pirotecnia e realiza demonstração com fogos de artifício indoor.
Sex, 24 de Março de 2017 16:50



Nos grandes eventos os shows pirotécnicos são um espetáculo à parte e encantam as pessoas. A exemplo disso, neste último réveillon Fortaleza teve a queima de fogos com maior duração do país. Em casas de shows e ambientes fechados também é possível encontrar esses artefatos, seja para decorar ou para criar os mais diversos efeitos no palco. O que pouca gente sabe é que por trás de todo o processo de fabricação, transporte, armazenamento, revenda e utilização existem órgãos com legislações rigorosas para garantir o controle e a qualidade desse material explosivo de forma que o momento de lazer não se transforme em tragédia.


O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará fiscaliza o comércio varejista respaldado legalmente pela Norma Técnica nº014 que estabelece as condições de segurança contra incêndios e explosões decorrentes do manuseio inadequado dos fogos de artifício, em razão de sua periculosidade. Esta norma prevê, como um dos requisitos indispensáveis para que um estabelecimento que venda estes produtos funcione, a presença de um profissional habilitado e certificado pelo Corpo de Bombeiros que tenha o conhecimento acerca dos mais diversos tipos de explosivos e que seja perito na sua utilização. Este profissional é chamado “blaster” que, traduzindo ao pé da letra, significa “detonador”. Além de ser o único técnico habilitado a realizar grandes queimas de fogos, o blaster também é utilizado na mineração, para a detonação controlada de pedreiras.


Aconteceu, nesta sexta-feira (24), o encerramento de um curso de Formação de Blaster em Pirotecnia, no qual o CBMCE habilitou 37 pessoas, entre eles funcionários de empresas de revenda de fogos de artifício e bombeiros militares que atuam diretamente na fiscalização. Segundo o Coordenador de Atividades Técnicas, Coronel Eduardo Holanda, é imensurável o ganho da sociedade com a realização deste curso. “O Corpo de Bombeiros é uma instituição que trabalha com a preservação da vida e nosso desafio diário é atuar na prevenção. Se as normas de segurança aqui elaboradas e fiscalizadas forem seguidas pela população, mesmo que não impeça que o acidente ocorra, certamente os seus danos serão minimizados. A exemplo disso, citamos o triste episódio da Boate Kiss, onde laudos apontam a inobservância da norma desde o material combustível (revestimento acústico) altamente tóxico, a insuficiência de saídas de emergência para evacuação do público e a utilização de artefatos inadequados (fogos outdoor) em ambiente fechado”.

 


 


Para ilustrar esta situação, foi realizada, momentos antes da solenidade de encerramento do curso, uma demonstração de utilização de fogos de artifício indoor, específicos para o uso em ambientes fechados por não fornecerem calor suficiente para ocasionar um incêndio. Logo após, num momento solene, os concludentes receberam no gabinete do comando da corporação os certificados e uma carteirinha que os habilita a desempenharem a atividade de blaster por um período de dois anos, devendo ser renovada após isso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros

Fotos: Cb BM Ronaldo Gusmão

 
21 de março: Dia Internacional da Síndrome de Down
Ter, 21 de Março de 2017 19:19

web WhatsApp Image 2017-03-21 at 15.48.49


Neste dia 21 de março, quando é celebrado o Dia Internacional da Síndrome de Down, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, por meio do Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEESP) e em parceria com a Seção de Busca, Resgate e Salvamento com Cães (SBRESC), promoveu uma manhã cheia de atividades para crianças e adolescentes do projeto cinoterapia, ou terapia realizada com o auxílio de cães. Os animais, que são utilizados no serviço de busca de pessoas perdidas em matas, escombros e em ambientes de difícil acesso, também são empregados no projeto.

web WhatsApp Image 2017-03-21 at 15.48.50Renata (17) e Lemuel (03) têm Síndrome de Down e estão matriculadas no CAEESP, que recebe também outras crianças com condições especiais, como autismo, síndrome de Angelman, paralisia cerebral, microcefalia, entre outras. A mãe do pequeno Lemuel, Socorro Frota, diz que o projeto de cinoterapia é muito importante no processo de tratamento das crianças porque, com o cão, elas aprendem, de forma lúdica, a se socializar com as demais pessoas. Além disso, “o dia de hoje é uma oportunidade para divulgar o que é a Síndrome de Down. O que torna nossos filhos especiais é o amor que eles sentem por tudo e isso nos contagia”.

Para a mãe de Levi (16), Lair Lima, o contato estabelecido entre as crianças e os amigos de quatro patas traz bons resultados na interação social, na percepção e na afetividade durante um ano de convívio com os animais no projeto. Já o comandante da SBRESC, Major Tallys Lima, revela que a relação entre os animais e os alunos do projeto contribuem para o desenvolvimento de ambos. “Esse trabalho não traz benefícios somente para as crianças que estão em tratamento, os cães se tornam mais dóceis no trato com as pessoas, além de serem extremamente afetivos. Os bombeiros saem nutridos e motivados com o amor que emana dessa troca”, revela o comandante.


Sobre o Projeto

A cinoterapia tem formação da união do prefixo grego “cino” (cão) ao radical “terapia” (tratamento) e é uma técnica que define o cão como um dos recursos terapêuticos, servindo como instrumento reforçador, estimulador e facilitador da reabilitação do assistido.

O contato com os cães contribui para que as crianças estimulem suas capacidades físicas, cognitivas, sociais e funcionais necessárias para o seu desenvolvimento biopsicossocial. Já os cães, por sua vez, considerados co-terapeutas nas atividades, precisam ser sociáveis, interagir com as pessoas, além de não ser agressivos e precisam estar com o acompanhamento veterinário necessário para a realização da terapia.

O CBMCE iniciou esta atividade em agosto de 2012 por meio da parceria entre a SBRESC e o CAEESP. Esse projeto visa à ampliação da política de atendimento da instituição com a sociedade onde crianças recebem abordagem de profissionais da CAEESP, que conta atualmente com cerca de 240 crianças matriculadas. A cinoterapia é apenas um dos módulos entre as diversas formas de terapia existentes. Uma aula dura em média 30 minutos, de acordo com a necessidade do aluno, e tem a frequência de dois dias por semana.


web WhatsApp Image 2017-03-21 at 15.48.45


Serviço:

Centro de Atendimento Educacional Especializado - CAEESP:
Av. Filomeno Gomes, 289 – Jacarecanga
3238-1915




21.03.2017

Assessoria de Comunicação da SSPDS
Fone: (85) 3101 6517/6519
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.
Twitter: @sspdsce

Fotos: Ronaldo Gusmão
 
Nota de Pesar - Subtenente Luciano
Qua, 22 de Março de 2017 16:41
É com pesar que tornamos público o falecimento do Subtenente Luciano, militar da reserva remunerada do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará. Francisco Luciano Ferreira Gadelha nasceu em 18 de maio de 1966, era casado e deixa 2 filhos. Incluído no CBMCE em 9 de maio de 1985, passou para a reserva remunerada em 5/11/2013, tendo servido no Quartel Central e no quartel do Maracanaú. Transcrevemos abaixo um relato do Subtenente Feitosa em homenagem ao Subtenente Luciano.

"Conheci o Luciano como corneteiro. Algum tempo depois, ele enveredou pelo combate a incêndio mas, não sei bem como, aparecia em algumas escalas de demonstração de descida em rapel efetuadas na Escada Magyrus. Certa vez, ele se aproximou de mim, ainda no saudoso Cassino dos Cabos e Soldados da década de 90, me pedindo pra fazer a amarração do cabo de prontidão na escada, pois ele não confiava em si mesmo dando o nó! Eu apenas ria do seu pedido, e até me voluntariei uma vez pra fazer a descida, mas o Luciano disse que não precisava, pois gostava de fazer a demonstração... Acho que ele havia pegado gosto no "Curso Ninja"! Sem dúvida, um belo profissional que nos deixa, logo depois de ter prestado belos serviços à caserna vermelha em benefício de sua família e da nossa sociedade! Enfim, fica aqui meu adeus ao nobre Subtenente Luciano. Vai em paz, irmão de farda!"


Subtenente Luciano do Corpo de Bombeiros

 
3ªSB/2ºGB promove simulado
Qui, 23 de Março de 2017 12:45

No último sábado, 18 de março, às 14hs, foi realizado um simulado de ocorrência de explosão com incêndio e resgate de duas vítimas, envolvendo o Corpo de Bombeiros Militar de Caucaia (3ªSb / 2ºGb), juntamente com a equipe de colaboradores da empresa Ultragaz, sendo este, feito nas dependências desta empresa que se situa no bairro Tabapuá, as margens da rodovia BR-222.

O evento teve como principais atenções, verificar a atuação e tempo resposta das guarnições de socorro e salvamento, orientação da planta e estrutura da empresa, avaliação e graus de risco, isolamento da região, treinamento e atuação da brigada de incêndio da empresa e observação das condutas dos profissionais envolvidos.

O tempo resposta, que é desde o momento do acionamento da guarnição até a chegada ao local, foi de 09’46”(nove minutos e quarenta e seis segundos), relativamente ótimo em consideração a distância percorrida aproximada de 12Km (doze quilômetros),  e o total até a conclusão da ocorrência foi de 20’33”(vinte minutos e trinta e três segundos).

Foi efetuado o isolamento da região por parte da equipe treinada da empresa, acionamento do sistema de canalização preventiva da empresa (hidrantes), a aproximação segura das guarnições Bombeiro Militar, a orientação do sinistro com o técnico de segurança do trabalho Carlos Ávila, o combate ao incêndio, e a retirada das vitimas do local, sendo uma vitima inconsciente resgatada pela brigada e a outras com graves queimaduras pela equipe de salvamento, todos com seus devidos EPI’s.

“Pelo motivo da grande carga de incêndio que possui a empresa, e de sua localização, faz-se necessário todo um planejamento de como proceder diante da atuação em um possível sinistro. Executando um simulado nesse porte, nos traz os conhecimentos necessários para organizar um protocolo de atuação específico, para conseguir minimizar danos que possam ser causados.” Comentou Major BM Claúdio comandante da seção do Corpo de Bombeiros de Caucaia.

Para o gerente de produção da empresa o sr. Expedito de Sousa Machado “ faz-se necessário iniciativas como esta para trabalharmos principalmente na prevenção, observando a prática para que sempre possamos evitar qualquer acidente.”

Foi orientado pela empresa a toda a população da região durante a semana que ocorreria o evento, para evitar tumulto ou pânico dos moradores tendo em vista que este foi o primeiro simulado nessa temática organizado na Caucaia por parte do Corpo de Bombeiros Militar.

O simulado foi considerado com resultado satisfatório com o esperado pela organização que foi composta pelo Major Claúdio, Capitão Djama, Tenente Loreto e Tenente Paulo que foram os responsáveis pelo CBMCE e Gerente de produção Expedito de Sousa e Técnico de segurança Carlos Ávila, estes responsáveis pela Empresa Ultragaz.

Ao total o simulado teve a participação de 70 (setenta) colaboradores da empresa Ultragaz, sendo que destes, 30 (trinta) são da brigada de incêndio, e 12 (doze) bombeiros militares distribuídos nas guarnições de socorro, salvamento e resgate.



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Bombeiros militares concluem Curso de Especialização em Socorro de Emergência Pré-Hospitalar
Ter, 21 de Março de 2017 00:00

Bombeiros militares concluem Curso de Especialização em Socorro de Emergência Pré-Hospitalar

 

 

 

 

Após 60 dias de intenso treinamento, 43 bombeiros militares concluíram a primeira turma do Curso de Especialização em Socorro de Emergência Pré-Hospitalar (CESE-PH), promovido pela Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE). A capacitação de 360 horas/ aulas foi realizada sob a coordenação do Núcleo de Resgate e Emergência Pré-Hospitalar (NREPH) do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) e contemplou instruções teóricas, práticas e simuladas relacionadas ao atendimento pré-hospitalar, ao resgate e ao salvamento em alturas e aquático, e outras situações em que um socorrista de emergência deve atuar.

Durante nove semanas de instrução, os alunos bombeiros participaram de aulas direcionadas ao atendimento de algumas emergências clínicas como a parada cardiorespiratória (PCR), o acidente vascular cerebral (AVC) e a obstrução de vias aéreas por corpo estranho (engasgo) e aprenderam a realizar o atendimento e a avaliação de pessoas visando sua estabilização, imobilização e o transporte de vítimas. Houve também instruções baseadas no protocolo atualizado da American Heart Association (AHA), além de instrução prática na serra da Pacatuba, simulando um resgate em locais de difícil acesso.

 

 

 

 

Segundo o comandante do Núcleo de Resgate e Emergência do CBMCE, tenente-coronel BM Albert Einstein Lima Arruda, esta é a primeira vez, em 11 anos, que este curso específico é oferecido no Ceará e reforçará principalmente a atuação do Corpo de Bombeiros no interior do Estado. “Essa é a primeira turma com todas as qualificações com o que há de mais moderno hoje no mundo. Nós também estamos montando turmas para recapacitar os socorristas antigos, para poder passar esse novo conteúdo e requalificar. Para isso, estamos montando essa parceria do Corpo de Bombeiros com a AESP. Vieram (para o curso) militares de todas as unidades do Corpo de Bombeiros, do Salvo-Mar, do interior. Os concludentes estarão lotados principalmente nos quartéis do interior do estado, porque ainda existe uma carência muito grande de socorrista, mas estamos preparando novas turmas para os próximos anos”, pontuou o oficial.

A solenidade de término do curso aconteceu nesta segunda-feira (20) na sede da AESP e contou com a presença do diretor geral da Academia, Juarez Gomes Nunes Júnior; do coronel comandante geral do Corpo de Bombeiros, Heraldo Maia Pacheco e do comandante adjunto do CBMCE, coronel Luiz Carlos Viana, entre outras autoridades do sistema de segurança pública do Ceará.






Fotos: Ascom AESP / Ascom CBMCE


Fonte: AESP
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Serviços

Agenda - Março 2017

Do Se Te Qu Qu Se Sa
26 27 28 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1

Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará - Rua Oto de Alencar, 215 Centro - Cep 60.010-270, Fortaleza/Ce

Fone: (85) 3101.2219

© 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados