Banner Lai

Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis


Página Inicial Lista de Noticias CBMCE alerta para riscos no período de chuvas
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
CBMCE alerta para riscos no período de chuvas
Qui, 22 de Fevereiro de 2018 09:01

CBMCE alerta para riscos no período de chuvas

.
.
O prognóstico divulgado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) há exatamente um mês era de 40% de probabilidade de chuvas acima da média histórica no estado, contra 35% de chance de chuva na média e 25%, abaixo. Era a estimativa mais positiva desde 2009, quando houve o último grande inverno chuvoso no Ceará. A previsão, para o bem de uma população que depende fortemente das águas pluviais para sobreviver, tem se mostrado acertada. Chuvas em volume acima da média têm caído em quase todo o estado nos últimos 30 dias. A alegria que brota das águas porém, não pode caminhar de mãos dadas com a imprudência. Principalmente no Litoral Norte, na Região Metropolitana de Fortaleza e no Cariri, onde as chuvas têm sido mais intensas, os riscos de alagamentos e inundações aumentam. E é preciso se precaver.
.
"O cenário ideal é morar longe de rios, córregos, açudes e encostas. Esses são lugares que se tornam perigosos em período chuvoso, devido ao risco de a água invadir as edificações ou de o solo ceder, levando casas morro abaixo", explica o capitão Aluizio Souza Freitas, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC). Porém, quando não for possível evitar a escolha deste tipo de local para construir uma casa, há medidas importantes a serem tomadas no campo da redução de riscos. "Diante de uma chuva mais intensa, é aconselhável colocar documentos pessoais, objetos de valor, produtos de limpeza e alimentos em local elevado. O lixo também deve ficar fora do alcance da água, em outro lugar, é claro. Ninguém deve brincar nas águas das ruas ou dos mananciais, porque pode acabar arrastado pela correnteza ou contaminado por vários tipos de doenças", explica o capitão.
.
.
Além disso, como medidas preventivas gerais, a Defesa Civil orienta que: se mantenha água potável de reserva, sempre pronta, bem como roupas e remédios, para o caso de haver necessidade de sair rápido de casa; se tenha um lugar seguro, como um abrigo público, a casa de parentes ou de amigos, ao qual se possa  recorrer em caso de necessidade; se saiba chegar facilmente ao Posto de Saúde mais próximo de casa; se evite usar carro em área alagada, mas, caso necessário, que se mantenha distância do veículo à frente, avançando em baixa velocidade, mantendo o motor sempre acelerado e acima do nível da água. Em caso de pane, deve-se abandonar o veículo imediatamente.
.
Por fim, pedir ajuda aos órgãos responsáveis é fundamental. "Avise imediatamente o Corpo de Bombeiros Militar, pelo 193, e ao órgão municipal de proteção e defesa civil, pelo 190, em Fortaleza, sobre as áreas afetadas pela inundação e solicite apoio. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, pelo 199 ou pelo (85) 98899-1128, também pode ser acionada para prestar apoio ao órgão municipal", orienta o oficial.
 

Serviços

Agenda - Junho 2018

Do Se Te Qu Qu Se Sa
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará - Rua Oto de Alencar, 215 Centro - Cep 60.010-270, Fortaleza/Ce

Fone: (85) 3101.2219 / Horário de atendimento: 08h às 12h - 13h às 17h

© 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados